Nesta quarta-feira (31), último dia de vendas de automóveis com desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), as concessionárias esperam uma corrida de consumidores às lojas. Por conta disso, muitas ampliaram o horário de atendimento.
A alíquota do imposto, que está hoje em 3% para carros flex, voltará a 7% na quinta-feira (1°). O incentivo fiscal foi adotado inicialmente em dezembro de 2008 para todos os veículos, para combater a crise que derrubou as vendas do setor. Desde então, a medida vinha sendo prorrogada.
Até segunda-feira (29), o segmento de automóveis e comerciais leves teve 284.712 unidades vendidas ? um aumento de 34,7% em relação a fevereiro, quando foram emplacadas 211.371 unidades. Ao se somarem as vendas de ônibus e caminhões, o número cresce para 299.217 veículos vendidos até o dia 29 ? próximo do recorde registrado em setembro, de 308,7 mil.
A projeção da Fenabrave é que março termine com mais de 322 mil unidades vendidas no segmento de automóveis e comerciais leves e mais de 338 mil se somados os caminhões e ônibus.
No início de março, o presidente da entidade, Sergio Reze, afirmou que o mês é tradicionalmente forte em vendas, mas que a proximidade do fim do benefício também ajuda a aumentar a procura.
Nas lojas
O comerciante Vanderlei Santoni, 31 anos, aproveitou o desconto e fechou o negócio no penúltimo dia do incentivo. Ele levou para casa um Chevrolet Classic, depois de dois meses de pesquisa e negociação. ?Eu ia levar um Celta, mas a diferença para o Classic é pequena e o Classic tem mais espaço. Depois de amanhã o Celta vai estar com o preço do Classic, melhor aproveitar logo?, declarou. ?É agora ou nunca?.
Na concessionária Caoa, da Ford, o gerente Edgar Vilanova afirma que o ritmo é intenso. ?A gente mal tem conseguido almoçar. O movimento de sexta para cá foi surpreendente.
Segundo a assessoria de imprensa da montadora, as concessionárias Ford trabalharão em horário estendido, das 8h às 20h, como tem feito durante todo o mês. A linha de automóveis, utilitários e picapes é vendida com pagamento da primeira parcela após a Copa.
Na GM, os 600 pontos de venda oferecem até o final desta quarta-feira desconto em dobro sobre o valor do IPI e outras condições de pagamento especiais. Os cortes nos valores, segundo a montadora, podem chegar a R$ 6.600, por exemplo, no Vectra 2.0 Next Edition e a R$ 2.370 no Celta Life.
A assessoria da Fiat afirma que as revendedoras da rede atuarão no horário normal nesta quarta. O gerente da concessionária Sinal, Valdir Pereira de Castro, afirma que houve um aumento nas vendas de cerca de 30% nos últimos dias. ?Acho que teremos um recorde até amanhã?, acredita.
A Volkswagen, segundo a assessoria, trabalhará em esquema de plantão, com horários estendidos, e com ofertas especiais, como, por exemplo, o valor da primeira parcela fixado em um real. O gerente da concessionária Itavox Teles Zolezi conta que a equipe de vendedores está completa até às 22h para ?vender todo o estoque?.
Segundo ele, alguns modelos na loja já não serão mais encontrados com o desconto. É o caso do Polo hatch e do Fox 1.6. Na GM Itacolomy, já não é possível encontrar mais o Agile, o Meriva, o Celta quatro portas ou Vectra automático, segundo o consultor de negócios da loja Antônio Manunta Neto. Na Fiat Signal, a faltam o Punto, o Idea e a Palio Weekend.

Comentários
COMPATILHAR: