Receita Federal paga restituição do sexto lote do IR nesta sexta, 16/11.
Créditos serão pagos a 1,98 milhão de contribuintes; 73 mil têm imposto a pagar.
Total liberado no penúltimo lote do ano chega a R$ 1,79 bilhão.
A Receita Federal libera para saque a partir de amanhã as restituições dos contribuintes incluídos no sexto lote do Imposto de Renda de Pessoa Física 2007, ano-base 2006. Para saber se um nome está incluído no lote basta acessar o site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br) e informar o CPF ou fazer a consulta pelo telefone 0300-789-0300.
Segundo a Receita, foram liberadas 2 milhões de declarações neste lote, das quais 1,98 milhão de imposto a restituir. O valor total das restituições chega a R$ 1,79 bilhão. Os valores restituídos virão corrigidos em 6,63%.
No sexto lote ainda constam 73 mil contribuintes com imposto a pagar, no valor total de R$ 46,3 milhões, e ainda 28 mil com saldo zero de Imposto de Renda.
Este é o penúltimo lote de restituições do Imposto de Renda neste ano. O último lote está previsto para ser pago em 17 de dezembro. Quem não estiver nestes dois últimos lotes, automaticamente estará na chamada malha fina da Receita Federal.
Ordem de recebimento
De acordo com a Receita Federal, a restituição obedece ao critério da ordem de entrega das declarações. Assim, quem apresentou primeiro a declaração de Imposto de Renda teve prioridade no recebimento da restituição.
Os contribuintes que entregaram a declaração pela internet têm prioridade de inclusão nos primeiros lotes de restituição. Em seguida vêm os que o fizeram a declaração em disquete. Os últimos a serem incluídos são os contribuintes que entregaram a declaração via formulário impresso.
Quem não informou o número da conta para crédito da restituição deverá se dirigir a uma das agências do Banco do Brasil ou ligar para 4004-0001 nas capitais ou 0800-729-0001 nas demais cidades e pedir a transferência do dinheiro para qualquer banco do qual seja correntista. A consulta ao extrato de processamento da declaração poderá ser feita na internet

Comentários