Nunca fui tão otimista em relação ao destino do meu país como agora.

Pela primeira vez na nossa história, toda a podridão que sempre existiu veio à tona sem retoques. Os três poderes se mostraram como sempre foram, com destaque para o judiciário, do qual, até então, sabíamos muito pouco.

Querem mais?

Políticos notórios e grandes empresários, foram indiciados, viraram réus, estão presos, serão presos, enfim, vivem os piores momentos de suas trajetórias, desde a descoberta do Brasil.

Todas as cartas estão na mesa, à vista de todos.

Sem intervenção militar, sem artifícios inconstitucionais, sem que as liberdades individuais fossem ameaçadas.

A reação dos canalhas é natural. Eles farejam o fim de uma era que durou cinco séculos e fazem de tudo para não largar o osso.

A solução é o voto consciente e o nosso papel é seguir repercutindo os atos criminosos da bandidagem que hoje ainda nos governa.

E não deixar dúvidas na cabeça dos eleitores quanto a quem deve ser sumariamente excluído do cenário político.

COMPATILHAR: