O coordenador do projeto de instalação de aquecimento solar da Cemig, Cristiano Magalhães; o engenheiro da Tuma, empresa responsável pela fabricação do equipamento, Bruno Tadeu da Silva; e a assistente de engenharia, Carla Mariotto, estiveram reunidos com a Administração da Santa Casa, para acertar os últimos detalhes da instalação do sistema de aquecimento solar no hospital.

O benefício faz parte do Programa Energia Inteligente, realizado por meio do Projeto Solar Hospital, da Companhia Energética de Minas Gerais. A ação irá beneficiar milhares de pessoas atendidas pela Santa Casa de Formiga, com a substituição dos chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar de água.

Segundo a empresa, a instalação dos novos equipamentos consolida a posição de liderança da CEMIG no cenário nacional, quanto à utilização da energia solar para aquecimento de água.

O sistema que será instalado na Santa Casa de Formiga terá capacidade para armazenar 20 mil litros de água quente.

De acordo com Cristiano Magalhães, todo o município sairá ganhando. ?Com a instalação, o Hospital vai racionalizar o consumo de energia elétrica, para aquecer a água nos banhos e demais atividades diárias, deslocando a demanda para fora do horário de ponta. O sistema de aquecimento solar vai trazer até 70% de economia na energia usada para aquecer água, além de proporcionar maior conforto nos banhos?, afirma. Ainda segundo o coordenador, com a economia, o Hospital irá reduzir o valor da conta de energia e, com isso, será possível liberar recursos para outros investimentos.

Conforme o engenheiro Bruno, os equipamentos do sistema de energia solar deverão chegar à Santa Casa dentro de 30 a 45 dias.

Projeto de Iluminação

Em maio de 2011, a Santa Casa foi contemplada com o Projeto Iluminação da CEMIG, a iniciativa substitui os sistemas de iluminação obsoletos do hospital por sistemas de alto rendimento, luminárias espelhadas, lâmpadas e reatores eletrônicos com selo Procel ? Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica.
Com o novo sistema de iluminação, houve redução de 35% nos custos de energia e impostos por ano na Santa Casa. Isso foi possível devido à baixa potência dos conjuntos de iluminação instalados, compostos por lâmpadas fluorescentes compactas.

Comentários
COMPATILHAR: