O Instituto Estadual de Florestas (IEF) comunicou ao prefeito de Formiga, Moacir Ribeiro, que se não houver uma parceria efetiva entre o município e a autarquia, o escritório (agência avançada) que funciona há décadas na cidade será transferido para a cidade vizinha de Arcos.

Se isto ocorrer, o prejuízo para a classe ruralista será inestimável. Urge que a Acif/CDL, Sindicato Rural, clubes de serviço e outras entidades se mobilizem para evitar mais esta perda.

Segundo se depreende do ofício de número 022/16, datado em 9 de março de 2016, o órgão estadual solicita que o município lhe ceda um profissional de nível superior (biólogo, engenheiro florestal, engenheiro agrônomo ou engenheiro ambiental) e um estagiário, para que possa manter seu funcionamento na cidade.

As demais despesas de manutenção da “agência avançada”, como ocorre hoje, serão suportadas pelo IEF e o prazo para se firmar o convênio (parceria) se expira no dia 30 de março.

Comentários