Pouca coisa tem irritado tanto a população formiguense quanto as condições das ruas da cidade; boa parte delas tomada por crateras que, além de atrapalharem a fluidez do trânsito, não raramente provocam danos aos veículos.

Nesta terça-feira (26), a Prefeitura de Formiga informou sobre o recomeço da operação tapa-buracos havida na segunda-feira (25), e os pontos em que o serviço está sendo realizado na cidade. Uma equipe do Últimas Notícias esteve nesses locais e, mesmo com a retomada recente dos trabalhos, o prognóstico não é dos melhores.

Funcionários aguardam a chegada de equipamento que substituirá outra quebrado – Foto: Lorene Pedrosa

Na rua Hernany Bottrel, no bairro Palmeiras, o cenário era desanimador. Funcionários parados e a massa asfáltica esfriando em um dos caminhões da empresa contratada para o serviço. O único rolo compactador usado no serviço havia quebrado, e um equipamento para substituí-lo, que viria de Bom Despacho, ainda era esperado. Nas áreas da via onde o CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) havia sido aplicado, o piso estava desnivelado, dando a clara impressão de que uma simples chuva levará embora todo o trabalho ali realizado.

Rua Hernany Bottrel- Foto: Lorene Pedrosa

Na rua Arnaldo Senna – via de acesso ao Unifor-MG, é possível ver que alguns buracos por foram tapados há pouco tempo. Porém, outros se abriram, tornando a operação de tráfego naquela rua, em algo bastante perigoso. O problema se repete em outras vias como a Flausino Vaz e a Nossa Senhora da Abadia no bairro Água Vermelha.

Na esquina entre as ruas São Paulo e Ramiro Corrêa, no Novo Horizonte, um grande buraco, que fazia com que motoristas trafegassem na contramão, foi finalmente tapado. O mesmo ocorreu em toda a Ramiro Corrêa e apenas em pontos específicos da São Paulo, que continua, em grande extensão, tomada por buracos. Um deles ocupa uma enorme área da pista de rolamento, sendo impossível se desviar do mesmo, ainda que de motocicleta.

Rua São Paulo – Foto: Lorene Pedrosa

Tentando saber por quais razões o trabalho de tapa-buracos foi feito em poucos pontos da São Paulo, o portal obteve a informação de que naquela via, assim como em outras da cidade, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) é responsável pelo reparo de buracos causados por interferência da autarquia quando da prestação de serviços, na solução dos problemas causados por vazamentos ou interrupção de fornecimento de água. Portanto, os poucos reparos feitos por ora, foram realizados pela empreiteira contratada pela Prefeitura (Empreser) e os buracos que restaram, inclusive o maior deles, será tapado pelo Saae, que já licitou material para o serviço que deverá ser entregue em 15 dias.

Os serviços da tapa-buracos só começaram, mas é preciso muita boa vontade para se acreditar que ao fim deles, pelo menos por algum tempo, motoristas da cidade terão vias melhores para trafegar.

José Ronaldo – Foto: Gleiton Arantes

O secretário de Obras, José Ronaldo do Couto, consultado pela redação, informou que está ciente do problema (quebra do rolo compactador resultando no aguardo da chegada de outro que se encontra em Bom Despacho) e garantiu que já deu ordens para que a massa de asfalto que se esfria enquanto isso não ocorre, não seja mais aplicada aqui no município pois, reconhece que em tais condições é perda de tempo e de recursos.

COMPATILHAR: