O Tribunal de Contas da União (TCU) vai auditar o cartão corporativo usado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para investigar possíveis irregularidades no uso.

A auditoria ocorre após um requerimento do deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil-SP) ser aprovado na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados.

O parlamentar argumentou que, segundo uma reportagem da revista Crusoé, o presidente gastou R$ 12,1 milhões no cartão corporativo de janeiro a abril deste ano.

O levantamento ainda não tem data marcada, mas os pedidos do Congresso terem prioridade no TCU.

Os gastos sigilosos do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), realizados no período de outubro a dezembro em 2022, também foram aprovados na Câmara em fevereiro deste ano. O TCU indicou que durante as eleições o cartão teve um aumento considerável.

Fonte: Estado de Minas

COMPATILHAR: