O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou quanto cada partido político vai receber do fundo eleitoral bilionário para as eleições de 2022.

Dos R$ 4,9 bilhões totais, o União Brasil, fusão do DEM com o PSL, lidera a lista e vai receber R$ 782 milhões. Em segundo lugar, o PT ficará com pouco mais de R$ 503 milhões e o MDB com R$ 363 milhões.

Em seguida estão o Partido Social Democrático (PSD), com R$ 349 milhões, e o Progressistas, com aproximadamente R$ 344 milhões.

Ao todo, 32 partidos receberão dinheiro para financiar as campanhas políticas de candidatos. O Partido Novo renunciou ao repasse e sua cota vai ser revertida para os cofres públicos, encaminhada para o Tesouro Nacional.

A distribuição do fundo leva em consideração o número de candidatos eleitos pelo partido na última eleição. Do total de recursos do fundo, 2% são distribuídos igualmente entre os partidos e o restante é distribuído conforme a representação da legenda no Congresso:

  • 35% são destinados às agremiações que elegeram pelo menos um deputado federal, na proporção dos votos obtidos na última eleição geral;
  • 48% são distribuídos proporcionalmente à representação de cada legenda na Câmara dos Deputados;
  • 15% restantes são divididos entre os partidos com base na proporção da representação no Senado Federal.

Os valores só são liberados depois que os partidos definirem os critérios para a distribuição dos valores, que devem ser aprovados por maioria absoluta da direção executiva nacional e precisam ser divulgados publicamente.

Veja abaixo como será a distribuição 

União Brasil: R$ 782,5 milhões

PT: 503,4 milhões

MDB: R$ 363,2 milhões

PSD: R$ 349,9 milhões

PP: R$ 344,8 milhões

PSDB: R$ 320 milhões

PL: R$ 288,5 milhões

PSB: R$ 268,9 milhões

PDT: R$ 253,4 milhões

Republicanos: R$ 242,2 milhões

Podemos: R$ 191,4 milhões

PTB: R$ 114,5 milhões

Solidariedade: R$ 113 milhões

PSOL: R$ 100 milhões

PROS: R$ 91,4 milhões

Novo: R$ 90,1 milhões (*renunciou os valores)

Cidadania: R$ 87,9 milhões

Patriota: R$ 86,5 milhões

PSC: R$ 76,2 milhões

PCdoB: R$ 76,1 milhões

Rede: R$ 69,7 milhões

Avante: R$ 69,2 milhões

PV: R$ 50,6 milhões

Agir: R$ 3,1 milhões

DC: R$ 3,1 milhões

PCB: R$ 3,1 milhões

PCO: R$ 3,1 milhões

PMB: R$ 3,1 milhões

PMN: R$ 3,1 milhões

PRTB: R$ 3,1 milhões

PSTU: R$ 3,1 milhões

UP: R$ 3,1 milhões (*não participou das eleições de 2018)

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: