O contato com os fios da rede elétrica das concessionárias de energia elétrica causou a morte de 280 pessoas, em todo o Brasil, em 2009. Dos 14 tipos de ocorrências catalogadas, a construção e manutenção predial lideram o ranking, com 90 mortes, seguida da ligação elétrica clandestina, com 32 mortes.
Com a expectativa de atingir uma população de 140 milhões de habitantes em todo o país, por meio de uma grande campanha, a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), em parceria com 30 concessionárias associadas, realiza, de 8 a 14 de novembro, a V Semana Nacional da Segurança da População com Energia Elétrica.
?O objetivo dessa grande campanha nacional é mostrar que cuidados simples, tomados no dia a dia, são fundamentais para evitar acidentes? , destaca o presidente da Abradee, Nelson Fonseca Leite. Segundo ele, a repetição anual desse tipo de campanha, complementado pela ação permanente das distribuidoras, certamente, contribuirá para criar na população uma consciência de prevenção de riscos e reduzir o número de acidentes.
A Companhia Energética de Minas Gerais ? Cemig irá promover palestras em escolas e canteiros de obras da construção civil com o objetivo de conscientizar a população para o uso seguro da energia elétrica. A expectativa é alcançar cerca de 300 mil pessoas em todo o Estado.
Levantamento da Cemig aponta que as causas mais frequentes de acidentes com a rede elétrica em 2009 foram as seguintes: construção/manutenção predial (31,2%); instalação de antena TV e rádio (7,2%); execução de serviços rurais (7,2%); poda de árvores (6,4%); soltura de papagaio ou pipa (5,6%); execução de serviços de telefonia (3,2%); obra em via pública (1,6%); furto de materiais e energia (0,8%); outras formas de contato com a rede elétrica por utensílios condutores diversificados, tais como trilhos de cortina, arames, pedaços de madeira e bambu, além do contato direto entre a rede elétrica e partes do corpo (36,8%).

Campanha em Minas
A Cemig já realiza anualmente a Campanha Externa de Prevenção de Acidentes com a População (Cepap). A campanha acontece ao longo do ano, quando são realizadas palestras educativas sobre os riscos da energia elétrica nas escolas estaduais de ensino fundamental e nos canteiros de obra da construção civil. A ação é realizada em toda a área de concessão da Cemig.
Além das palestras, a empresa promove apresentações teatrais, jogos interativos e exibição de maquetes de instalações elétricas com simulação dos riscos de acidentes, além de distribuir milhares de materiais educativos, como folhetos e baralhos com temas relacionados à segurança da população.

Dicas de prevenção
Os quatro principais temas abordados durante a V Semana Nacional da Segurança com Energia Elétrica são: instalação de antena de TV, pipa, construção civil e furto de energia.
Entre as principais dicas da campanha destacam-se:

?Antena de TV: instalar antena perto da rede elétrica é perigoso. Para instalar ou consertar antenas, escolha um local longe dos fios da rede elétrica e espere o tempo ficar bom. Se a antena cair, não tente segurá-la ou recuperá-la. Para evitar acidentes, consulte um profissional qualificado.
?Ligação clandestina: furtar energia é perigoso e ilegal. Quem faz ligação clandestina corre risco de morte e coloca a vida de outras pessoas em risco. Mantenha distância dos fios partidos ou caídos e não suba em postes da rede elétrica. Faça a sua parte: denuncie todos os tipos de ligação clandestina.
?Construção: construir ou reformar perto da rede elétrica é perigoso. Nunca coloque vergalhões, barras de ferro, arames e outros materiais próximos da rede elétrica na hora de construir ou reformar. Para evitar acidentes, consulte sempre um profissional capacitado.
?Papagaio: empinar papagaio perto da rede elétrica é perigoso. Procure sempre locais afastados da rede elétrica. Além disso, não use fios metálicos ou cerol e não tente soltá-lo, caso fique preso. Oriente os seus filhos para a brincadeira ser sempre segura.

Comentários