A 24ª Campanha de Vacinação contra a Influenza foi antecipada em Minas e começa na próxima segunda-feira (3). No restante do Brasil, a imunização iniciará somente em 10 de abril. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), o imunizante já está atualizado com a nova cepa do vírus causador da gripe.

A SES-MG informou que optou pela antecipação da campanha porque o Estado tem doses disponíveis da vacina, enviadas anteriormente pelo Ministério da Saúde. Para a campanha de 2023, Minas já recebeu 1,4 milhão de imunizantes, que estão sendo entregues aos 853 municípios.

A campanha seguirá até 31 de maio e a meta de cobertura vacinal é de 90%. A expectativa é que 8,5 milhões de mineiros sejam vacinados contra a gripe influenza.

Para o subsecretário de Vigilância em Saúde da SES-MG, Eduardo Prosdocimi, antecipar em uma semana a imunização pode ajudar a reduzir possíveis complicações decorrentes das infecções pelo vírus, já que a detecção de anticorpos protetores se dá de duas a três semanas após o recebimento da dose.

“A vacinação contra Influenza permite, ao longo do respectivo ano, minimizar a carga e prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, reduzindo os sintomas nos grupos prioritários, além de reduzir uma eventual sobrecarga nos serviços de saúde”, comentou o subsecretário.

Veja os grupos prioritários para recebimento da vacina da gripe:

Crianças de 6 meses a 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias)
Trabalhador da saúde (serviços públicos e privados)
Gestantes e puérperas
Professores do ensino básico e superior
Povos indígenas
Idosos com 60 anos ou mais
Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e das Forças Armadas
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
Pessoas com deficiência permanente
Caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso
Trabalhadores portuários
População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas

O imunizante contra Influenza é contraindicado para crianças menores de 6 meses e pessoas com histórico de hipersensibilidade grave às doses anteriores.

Quem for elegível para receber a vacina deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Fonte: Hoje em Dia

COMPATILHAR: