O Dia das Mães será celebrado no próximo domingo (8). O valor médio dos presentes, neste ano, será de R$ 93,55, segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Esse valor, no entanto, refere-se à média do gasto pretendido entre os consumidores que sabem o quanto irão desembolsar neste ano com cada presente. Segundo o levantamento, 38,3% dos consumidores ainda não sabem ou não decidiu o valor da compra do Dia das Mães.

Com a recessão e aumento do desemprego, quase metade (47,5%) dos consumidores disseram que planejam gastar menos com o presente deste ano na comparação com 2015.

A data é a segunda mais importante para o varejo em volume de vendas e faturamento, ficando atrás apenas do Natal.

De acordo com a pesquisa, 54,2% dos entrevistados pretendem comprar somente um presente e 30,9% afirmar que irão comprar dois.

Quatro em cada dez (38,8%) consumidores pretendem gastar até R$ 100 com cada presente; 12,5% entre R$ 101 e R$ 200; e 10,3% acreditam que gastarão mais de R$ 200.

Preferências
As roupas lideram as preferências entre quem pretende presentear no Dia das Mães em 2016 (37%), seguidas dos perfumes (29,1%) e calçados (17,5%).

O pagamento à vista em dinheiro é a modalidade preferida para 58,7% dos consumidores, bem à frente do cartão de crédito parcelado (19,2%) e do cartão de crédito à vista (11,2%).

O principal lugar para a compra dos presentes será o shopping center, citado por 27% dos entrevistados, seguido pelas lojas de rua (22,9%). A internet tem a preferência de 11,3%.

A maioria dos brasileiros que vai comprar presentes pretende dá-los para a própria mãe (71,6%). Logo após aparecem a esposa (25,7%) e a sogra (17,8%).

O percentual, no entanto muda dependendo de quem compra. Entre as mulheres, 83,9% pretendem comprar presentes para suas mães e 21,6% para suas sogras. Entre os homens, a fatia cai para 58,8% e 13,7%, respectivamente.

 

Fonte: G1||

Comentários
COMPATILHAR: