A mulher que morreu atropelada na noite desse domingo (6) na BR-354, era natural de Formiga.  Leidiane Gonçalves Dias Luis tinha 35 anos e atualmente residia em Arcos.

A Polícia Militar recebeu várias ligações informando que um carro havia se chocado contra uma placa de trânsito nas proximidades do Posto Juá, na BR-354, sentido Arcos/Iguatama, e que naquele instante a mulher desceu do carro gritando por socorro.

Testemunhas disseram que o condutor do carro realizou manobra de marcha a ré e atropelou a mulher, passando com veículo sobre ela várias vezes e fugindo do local em seguida.

Já homem de 41 anos, natural de Bambuí, mas residente em Formiga, contou aos policiais rodoviários que se deparou com uma pessoa caída na pista de rolamento e, ao parar para verificar a situação, uma carreta não identificada que também transitava pela rodovia, atropelou a vítima, contudo não parou no local do fato e tomou rumo ignorado.

Uma testemunha disse aos militares que o autor do atropelamento com o carro seria o namorado da vítima, um homem de 33 anos, que já foi devidamente identificado.

De acordo com a PM, o suspeito tem várias passagens pela polícia por tráfico de drogas e por violência contra a mulher, e estava cumprindo prisão domiciliar.

Compareceu no local o perito que realizou os serviços periciais e liberou o corpo da vítima para a funerária Bom Pastor da cidade de Arcos.

Comentários
COMPATILHAR: