Uma mulher foi arrastada por alguns metros por um carro logo após ter sido roubada por um adolescente, de 15 anos, e um rapaz, de 18, no bairro Universitários, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, nessa quinta-feira (29). A dupla – que estava em um carro clonado – tentou fugir, mas foi alcançada por policiais militares na altura do bairro Minaslândia, na região Norte da capital, após bater o veículo.

Com a dupla, os policiais encontraram uma réplica de revólver calibre 38, quase idêntico a uma arma de verdade. O tenente Gusmão, da Polícia Militar (PM), explicou que, assim que receberam as informações, as viaturas iniciaram uma operação de cerco e bloqueio.

“Através de imagens que conseguimos em umas residências próximas ao local foi possível identificar o modelo do veículo, bem como a placa. Tão logo nós conseguimos essas informações, partimos para o rastreamento […] O condutor perdeu o controle do veículo na altura do Minaslândia e subiu no meio-fio”, destacou.

“O veículo foi furtado no dia 13 de dezembro. Ele estava com outra placa, ou seja, trata-se de um um veículo clonado. Esses autores praticaram ontem também um roubo de uma motocicleta na mesma região. O menor chegou a ser apreendido”, acrescentou o tenente.

À Itatiaia, o adolescente contou que comprou o carro por R$ 2 mil e debochou da Justiça. “Quando a pessoa tem demais a gente vai lá e pega emprestado. Pra uns rir, outros tem que chorar, infelizmente. Entendeu? Tem boca pra alimentar e tem que fazer meu corre. Vou ficar parado dependendo dos outros?”, afirmou.

“Amanhã eu estou na rua de novo. Anteontem eu dormi lá e saí no mesmo dia […] Se eu morrer amanhã vai fazer dois dias. Minha família vai chorar e daqui um ano vai ter esquecido já. Queria isso pra mim não, mas já que eu tô na chuva, vou molhar mesmo”, acrescentou.

O jovem de 18 anos não quis dar sua versão sobre os fatos à reportagem. “Tenho nada a declarar não”, respondeu ao ser questionado.

 

Fonte: Itatiaia

Comentários
COMPATILHAR: