América e Atlético entram em campo neste sábado (12), às 16h30, no Independência, em Belo Horizonte, pela 6ª rodada do Campeonato Mineiro. A última vez que os dois times se enfrentaram foi na 30ª rodada do Brasileirão, do ano passado. O Galo levou a melhor e derrotou o Coelho por 1 a 0, com o gol de Guilherme Arana.

Na última rodada do Estadual, o América com time misto derrotou a equipe do Pouso Alegre por 1 a 0, no estádio Manduzão, em Poços de Caldas. Já o Atlético foi superado pela URT por 1 a 0, jogando com time reserva, em Patos de Minas, e perdeu a liderança do Mineiro para o Cruzeiro.

Para sair de campo com a vitória, o técnico Marquinhos Santos vai escalar o time com força máxima diante do rival. Este será o grande teste do América antes da estreia na Libertadores. O comandante americano poderá observar o time Alviverde e ajustar a equipe para chegar forte no duelo contra o Guaraní-PAR, no jogo de ida, da segunda fase da Libertadores, no dia 23 de fevereiro.

Wellington Paulista, contratado no início do ano, falou em entrevista, no CT Lanna Drumond, se o clássico será o maior teste do Coelho antes de enfrentar a equipe paraguaia

 “Vai ser o principal desafio pela qualidade e por tudo que o Atlético conquistou no ano passado, mas nós temos que estar focados para fazer um grande jogo. Não podemos escolher adversário, está chegando a Libertadores e temos que trabalhar forte para conquistar as vitórias e se adequar, o mais rápido possível, ao esquema que o Marquinhos escolher para o time”, disse o atacante.

Para o clássico, o técnico Marquinhos Santos deve contar com a volta dos zagueiros Éder e Iago Maidana, que testaram positivo para a Covid-19, antes do jogo contra o Athletic, e por isso desfalcaram o time nas duas últimas rodadas. No gol, fica a dúvida se o treinador mantém Jori, que tem atuado bem, neste início de temporada, ou se promove a estreia de Jailson. No ataque, Everaldo testou positivo para Covid, antes da partida diante do Pouso Alegre, e por isso deve desfalcar a equipe.

Se não contar com o atacante Everaldo, Marquinhos pode optar por colocar Henrique Almeida e ter um trio ofensivo, ou mexer no meio campo  escalando mais um volante, como por exemplo, Juninho Valoura, optando por uma formação mais defensiva. 

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: