A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a biofarmacêutica americana Pfizer a alterar a bula da vacina Comirnaty contra Covid-19 para liberar a vacinação de crianças a partir de 5 anos. A decisão foi tomada na última segunda-feira (5) pela agência, mas divulgada apenas nesta quarta-feira (7).

Com isso, a Pfizer, que havia solicitado a alteração em junho deste ano, pode incluir na bula do imunizante a recomendação para aplicação de uma dose de reforço ao esquema vacinal primário em crianças a partir de 5 anos e adolescentes. A vacina já estava liberada como dose de reforço (terceira dose) em pessoas acima de 18 anos.

Para a autorização, a Anvisa avaliou dados clínicos enviados pela empresa e concluiu que os benefícios da alteração de posologia superam os riscos na aplicação da dose de reforço nessa faixa etária”, informou a Vigilância Sanitária em seu site.

A Anvisa lembra que as vacinas contra Covid-19 têm apresentado, de forma geral, redução na produção de anticorpos ao longo do tempo, justificando a avaliação periódica da necessidade de aplicação de doses de reforço. Assim, consegue-se manter níveis adequados de anticorpos capazes de neutralizar o novo coronavírus.

O imunizante Comirnaty foi registrado para uso no Brasil em 23 de fevereiro de 2021, com indicação para aplicação em uma faixa etária ampla, a partir de crianças com 6 meses.

(*) Com portal da Anvisa.

 

Fonte: Hoje em Dia

 

Comentários
COMPATILHAR: