Com a provável equipe titular dos Jogos de Pequim, o Brasil venceu a Venezuela por 3 sets a 0, neste sábado, em Goiânia, no último teste antes das finais da Liga Mundial, no Rio de Janeiro. Rodrigão, recuperado de uma cirurgia no joelho esquerdo, e Giba, de um entorse no tornozelo esquerdo, se mostraram cada vez mais em forma e entrosados e, com parciais de 25/19, 25/20 e 25/17, o time de Bernardinho deu adeus aos apaixonados fãs da capital de Goiás. Com a liderança do Grupo A garantida, a próxima parada do Brasil é a Cidade Maravilhosa, onde no dia 23 de julho enfrenta a Rússia na estréia das finais da competição.
O jogo
Pela segunda vez na Liga Mundial o Brasil começou jogando com o time que Bernardinho considera o titular para os Jogos de Pequim. E não deu chance para a Venezuela. Harry, destaque do adversário, sentiu o que viria pela frente. Logo no início foi bloqueado duas vezes por Gustavo, que em um ataque de meio colocou o Brasil em vantagem: 3 a 2. Em um ponto bastante comemorado pelo time e que levantou a torcida, Serginho buscou no fundo uma bola mal defendida por Giba, levantou de manchete e André Nascimeto fez 10 a 7. Até Bernardinho aplaudiu. Giba se recuperou em um belo ataque de fundo: 13 a 9. Jogando em casa, o goiano Dante fez três pontos seguidos ? explorando bloqueio, no saque e cravando uma bola no meio: 16 a 12. No 24º ponto, Serginho fez uma bela defesa e Dante cravou. Em um ataque para fora da Venezuela, o Brasil fechou o set em 25/19.
Criticado por Bernardinho na vitória sobra a Venezuela no dia anterior, o bloqueio funcionava bem, sempre comandado por Gustavo. No segundo set, até Marcelinho bloqueava sozinho. Em uma bela jogada, Dante cravou a bola na quadra adversária e fez 5 a 3. Harry, atacando e bloqueando, era o responsável pelos poucos bons momentos da Venezuela. Mas do lado brasileiro, Giba, cada vez mais em forma, virava bolas com força. Rodrigão se entrosando com o time, fez 25/20 e definiu o set.
No set final, Bernardinho resolveu dar ritmo a todos os jogadores e apenas Rodrigão e Serginho permaneceram em quadra. A Venezuela ameaçou fazer jogo duro. Mas André Heller manteve a eficiência de Gustavo no bloqueio. Em um lance de descontração, a bola sobrou para Bernadinho tocar de manchete. Quando não dava na força, Murilo, em uma bela largadinha, fez 16 a 11. O irmão de Gustavo protagonizou outra grande momento ao fazer uma difícil defesa e atacar para marcar o 20º ponto. Samuel, com uma bela bola de fundo, fechou a partida em 25/17 e 3 sets a 0.

O incidente
Quatro pessoas se feriram após a queda de uma grade de proteção no ginásio de Goiânia, palco da vitória do Brasil neste sábado pela Liga Mundial de vôlei masculino. A grade do setor das cadeiras se rompeu devido ao grande número de fãs que estavam próximo a ela para pedir autógrafos. As jovens Laurenita de Souza Matos, 19 anos, Aurenita de Souza Matos, 22, Braucileny Brito do Nascimento, de 20, e o segurança Paulo Sérgio de Matos, 34, foram atendidos primeiro no ginásio e depois levados para o hospital Santa Helena, na capital goiana.
Os torcedores caíram de uma altura de aproximadamente 1,5 metros e atingiram o segurança que estava logo abaixo da grade, mas que já foi liberado pelos médicos. Segundo a Confederação Brasileira de Vôlei, todos tiveram o atendimento e o tratamento custeados pela entidade. Jogadores da seleção brasileira, Gustavo e André Heller ajudaram no socorro, que foi feito de forma rápida pela organização do evento.
De acordo com o médico João Serafim, Laurenita quebrou apenas um dente e receberá um implante dentário no início da próxima semana. Sua irmã Aurenita teve traumatismo craniano leve e ambas devem receber alta ainda hoje, o que também deve acontecer com Braucileny, que teve traumatismo moderado. O segurança Paulo Sérgio Matos já foi medicado e liberado.Neste sábado, o Brasil venceu a Venezuela por 3 sets a 0 na última partida da fase inicial da Liga Mundial.

Comentários
COMPATILHAR: