A Polícia Rodoviária Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fecham o cerco contra o transporte irregular de passageiros nas rodovias de Minas Gerais. Em dez dias de operação foram apreendidos mais de 60 ônibus.
Sessenta policiais rodoviários de todo o país e 30 fiscais da ANTT participam da operação. Foram montados seis pontos fixos no Triângulo, Alto Paranaíba e Sul de Minas. Regiões consideradas estratégicas para o transporte irregular de passageiros.
Todos os ônibus são parados. A vistoria é minuciosa. Desde o início da operação, 62 ônibus foram apreendidos. As multas somadas já passam de R$700 mil. Para dificultar a busca por novas rotas, fiscalizações itinerantes também são realizadas.
Equipes estão em trevos e proximidades de pontes. Até um helicóptero é utilizado para a interceptação de comboios. A operação também é uma forma de orientar a população sobre o perigo deste tipo de transporte.

Comentários