O homem morto pelo colega de trabalho com uma retroescavadeira em São Carlos (SP) vai ser velado no Memorial do Grupo Vida nesta quinta-feira (23), das 8h às 9h.

Após a despedida, o corpo de Iebel Garcia Silva, de 41 anos, será levado para São João Batista do Glória (MG), a 265 km de São Carlos, onde será enterrado.

O sepultamento está previsto para ocorrer à tarde, mas o horário ainda não foi definido.

Silva era funcionário do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e morreu na manhã desta quarta-feira depois ser atropelado por outro funcionário da autarquia.

Segundo o Saae, o atropelador é outro funcionário, Milton César Magalhães, de 44 anos, que fugiu após o crime (veja nota completa da autarquia abaixo).

O homicídio aconteceu na Rua George Ptak, no Jardim São Paulo, perto de uma unidade da autarquia.

 

Câmera de segurança registrou crime

Nas imagens de uma câmera, Silva aparece de moto pela rua quando Magalhães o atinge com a retroescavedeira. A vítima bate contra um carro e, sem seguida, é atropelada. O funcionário passa com o veículo sobre o colega, que não consegue sair.

A vítima fica imóvel no chão e o homem ainda usa a concha da retroescavadeira para atingir a vítima várias vezes. Em seguida, o homem desce do veículo para ver se o homem ainda está vivo. Depois foge do local com a retroescavadeira, que foi encontrada no bairro Azulville.

Créditos: Reprodução/104 FM

 

O autor teria fugido em uma caminhonete e é procurado pela polícia.

O funcionário morto é motorista do Saae desde 2009. Magalhães é operador de máquinas pesadas do Saae também desde 2009. A motivação do crime ainda é desconhecida e a Polícia Civil investiga se ele foi premeditado.

Em nota, a prefeitura lamentou o ocorrido e disse que a autarquia municipal está prestando assistência à família da vítima, bem como colaborando com as investigações da polícia.

 

Briga em 2014

Segundo apurado pelo g1, o criminoso e a vítima pertenciam ao mesmo setor da autarquia, mas não trabalhavam juntos.

O Saae informou que, em 2014, foi registrada uma briga entre os dois funcionários no estacionamento externo da autarquia. Foi aberta uma sindicância interna e os dois foram punidos com 30 dias de suspensão. O motivo da briga não foi divulgado.

A Polícia Militar foi chamada para registrar o caso, que será investigado pela Polícia Civil.

 

Nota do Saae

Na primeira nota divulgada, o Saae lamentou o ocorrido e informou que está prestando assistência à família da vítima. Mais tarde, a autarquia corrigiu o local do crime e falou sobre a briga ocorrida em 2014 entre os dois funcionários. Veja abaixo:

Diferentemente do que foi dito na nota anterior, O SAAE São Carlos esclarece que a morte de um funcionário por outro não ocorreu dentro da unidade da autarquia, mas sim nas imediações, na Rua George Ptak, no Jardim São Paulo. Informações atualizadas dão conta de que o autor do crime esperou a chegada da vítima que estava em uma moto e jogou a retroescavadeira em cima dele. Ele perdeu o controle, bateu em um carro, caiu e foi aí então que o acusado passou com a escavadeira por cima do corpo e fugiu.

O funcionário morto é Iebel Garcia Silva, de 41 anos, motorista do SAAE desde 2009. O funcionário que matou é Milton César Magalhães, de 44 anos, operador de máquinas pesadas do SAAE desde 2009 também. Ele está foragido.

O SAAE esclarece, ainda, que em 2014 foi registrada uma briga entre os dois no estacionamento externo da autarquia. Na ocasião foi aberta uma sindicância interna e os dois foram punidos com 30 dias de suspensão.

A retroescavadeira foi encontrada ainda no começo da manhã pela Guarda Municipal perto da Escola Educativa.

 

Fonte: G1

 

COMPATILHAR: