Um homem, de 34 anos, está sendo procurado pela Polícia Militar (PM) após invadir a casa da ex-companheira, de 26, que cobrou a pensão dos filhos com ele. O caso ocorreu na noite dessa sexta-feira (25) em Sete Lagoas, na região central mineira. Ele estava armado com um revólver e ainda agrediu uma mulher, de 45, e a filha dela.

De acordo com a PM, a vítima tem quatro filhos com o suspeito e os dois estão separados há três meses, e o homem paga uma pensão mensal de R$ 800. Na última mensalidade, ficou faltando R$ 200 e a mulher disse que, se ele não pagasse, ela acionaria a PM.

Isso gerou revolta no suspeito, que já tem um histórico de agressões contra a vítima, tendo em seu desfavor uma medida protetiva. Ontem à noite, ele foi até a casa da ex após dizer que iria matá-la.

O suspeito invadiu o imóvel, atirou contra a vítima, acertando a parede. A mulher correu para os fundos da casa, quando o agressor a perdeu de vista. Ele invadiu uma residência vizinha, onde estavam uma mulher de 45 anos, e a filha dela. As duas foram agredidas com coronhadas, já que o homem acreditava que elas estavam escondendo sua ex.

Conforme a PM, ele ainda atirou contra a mulher de 45 anos. O disparo acertou o peito e a vítima foi socorrida em um hospital e não corre risco de morrer.

Segundo a ex mulher do suspeito, sempre que o assunto pensão vem à tona, ele fica agressivo e faz ameaças. o suspeito fugiu e ainda não foi encontrado.

 

Fonte: Itatiaia

COMPATILHAR: