Na madrugada desta sexta-feira (6), Maiara e Maraisa se apresentaram em Palmas, no aniversário de 35 anos do Tocantins, e tiveram o show interrompido por um tiroteio.

A dupla sertaneja precisou ser retirada às pressas do palco e um adolescente de 17 anos morreu no local. Por meio de um comunicado oficial, as cantoras lamentaram o ocorrido.

É muito triste presenciar cenas como essas. Um risco para quem está trabalhando, como nós e nossa equipe, e principalmente, para as pessoas que saíram de casa para se divertir e ficam tão vulneráveis“, diz a nota enviada à imprensa.

O show de Maiara e Maraisa aconteceu na praça dos Girassóis, importante espaço público de Palmas. A apresentação das artistas já duravam mais de uma hora, quando teve que ser interrompida pelo tiroteio, que começou por volta das 3h da manhã.

“Uma festa linda para celebrar, mas infelizmente a cena de violência e uso de arma de fogo se repetiu, colocando milhares de pessoas em risco“, diz o comunicado oficial.

A única vítima do tiroteio foi um adolescente de 17 anos identificado como Ruan Gomes da Silva.

Durante a confusão, outras 11 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte e ao Hospital Geral de Palmas (HGP).

Ninguém da produção das artistas se machucou durante o ocorrido.

 

Fonte: R7

 

COMPATILHAR: