Cruzeiro e Atlético entram em campo neste final de semana mantendo suas esperanças. O time azul, após ser gravemente prejudicado na decisão contra o Corinthians pelo trio de arbitragem, aposta todas as fichas em uma vitória sobre o Vasco no domingo, às 19h30, na Arena do Jacaré em Sete Lagoas. Além disso, o Cruzeiro torce por tropeços de Fluminense e Corinthians, que jogam fora de casa contra São Paulo e Vitória. Já o Galo viaja até Araraquara onde enfrentará os reservas do Palmeiras. Uma vitória deixa o Atlético com um pé fora do rebaixamento. O jogo será realizado às 17h.
Sonho azul
Em 3º lugar e a três rodadas do fim, o time celeste busca fontes de inspiração para continuar sonhando em ser campeão Brasileiro, o que é plenamente possível. O grupo estrelado se mira na campanha do Flamengo em 2009, que há um ano estava em situação muito semelhante à da Raposa acabou com a taça nas mãos. Antes da 36ª rodada, o Cruzeiro tem 60 pontos somados em 17 vitórias e nove empates, além de um saldo de 11 gols. Curiosamente, o Flamengo tinha exatamente os mesmos números que o time celeste, também faltando três jogos para a competição acabar.
Retorno ao caldeirão
Após 50 dias, o Cruzeiro volta a jogar na Arena do Jacaré. A equipe estrelada entende que o momento é propício para o time atuar no estádio que favorece o apoio vindo das arquibancadas, um fator de motivação para os jogadores e de pressão contra o adversário. O time celeste conta também com a campanha invicta em Sete Lagoas até aqui. São sete jogos, com cinco vitórias e dois empates, aproveitamento de 80,95%.
Foco e concentração
Após a empolgante vitória por 4 a 1 sobre o Flamengo no sábado, o elenco do Atlético voltou a trabalhar apenas nesta terça-feira. O time se preparou durante a semana para enfrentar o Palmeiras e prega concentração total para vencer a equipe paulista em Araraquara. ?Temos que ter a mesma concentração que a gente teve no jogo contra o Flamengo e procurar manter o que a gente vem fazendo, sempre melhorando. É um jogo muito importante porque pode nos afastar de vez de alguns adversários, então, esse jogo é fundamental?, disse o meia Renan Oliveira, autor de dois gols contra o Rubro-Negro.
Pela terceira vez
Os jogadores do Atlético reconhecem que a sequência de jogos com a mesma base da equipe titular ao longo do Brasileirão vem ajudando o time a acertar o seu posicionamento. Dorival Júnior tem todo o elenco à sua disposição, pela primeira vez na competição, e poderá repetir a mesma escalação em três jogos seguidos igualmente de forma inédita. ?Facilita um pouco mais, quando você está jogando mais tempo junto é importante, você entrosa mais fácil. Mas é claro que os que entram também procuram ir bem e não quer dizer que atrapalhe por mudar a equipe. Mas o importante é que o Dorival é quem escala, quem define e eu quero sempre estar jogando?, disse Obina.

Comentários
COMPATILHAR: