Uma ação conjunta da Polícia Militar prendeu o trio que assaltou um banco e fez reféns em Matutina, no Alto Paranaíba. Os três homens foram detidos neste sábado (24), em uma estrada vicinal que liga Estrela do Indaiá e Serra da Saudade, no Centro-Oeste de Minas. Foram recuperados quase R$ 80 mil roubados.

Conforme a PM, as buscas duraram cerca de 24 horas. Neste sábado, os militares receberam informações de que os três assaltantes tinham sido vistos em uma estrada vicinal que dá acesso à Estrela do Indaiá.

Os policiais foram até o local indicado, onde viram e abordaram os homens. Eles confessaram o assalto e foram detidos.

Com eles foram apreendidos uma pistola e dois revólveres; um dos revólveres foi roubado do segurança na agência bancária. Também foram apreendidos R$ 76.097 em dinheiro dentro de uma bolsa preta, levados do banco.

Os homens apresentavam escoriações e foram encaminhados para o Pronto Atendimento de Dores do Indaiá, onde foram atendidos e liberados.

Depois, presos em flagrante e conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil juntamente com o material apreendido. Um dos envolvidos já era procurado pela polícia e tinha mandado de prisão em aberto.

Um quarto envolvido no crime, responsável por dar fuga aos assaltantes, fugiu e ainda não foi encontrado.

Assalto e buscas

O assalto aconteceu na manhã de sexta-feira (23). Dois homens invadiram o local e renderam os funcionários, que foram feitos reféns dentro de um banheiro. Após o crime, eles fugiram.

Durante a ação, os bandidos roubaram a arma do segurança, exigiram que o tesoureiro da instituição abrisse o cofre e os terminais do lado de fora do banco.

Em seguida, os ladrões fizeram o tesoureiro refém e fugiram com ele em um carro com outros dois homens que aguardavam do lado de fora. Conforme a PM, poucos metros depois da agência, o refém foi liberado.

Depois da fuga, o veículo foi abandonado na região de Serra da Saudade, no Centro-Oeste de Minas, e os criminosos fugiram por um matagal.

Os militares tiveram um incidente com uma das viaturas e, por isso, fizeram buscas durante o período da tarde com o apoio aéreo da PM de Belo Horizonte. No início da noite de sexta e neste sábado, as buscas foram retomadas em solo até a prisão dos envolvidos.

Fonte: G1

 

Comentários
COMPATILHAR: