Nessa terça-feira (29), a Polícia Civil prendeu um homem, de 59 anos, na cidade de Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ele é suspeito de ter cometido estupro contra duas meninas, em Pompéu. Uma delas era filha da prima dele, enquanto a outra era sua irmã de criação. Os crimes teriam ocorrido entre os anos de 2012 e 2016, quando as vítimas tinham entre 9 e 12 anos.

De acordo com a delegada titular da PCMG em Pompéu, Letícia Muller, a denúncia inicial foi apresentada em 19 de julho deste ano pela mãe da vítima mais jovem, atualmente com 16 anos. “A mãe procurou uma Delegacia de Polícia Civil em Belo Horizonte para relatar que sua filha, quando tinha 9 anos, havia sido estuprada por um primo em uma fazenda localizada em Pompéu. O trauma sofrido pela vítima resultou em sérios problemas psicológicos, incluindo quadros de depressão e automutilação”, informou a delegada.

A investigação revelou ainda outro caso envolvendo o mesmo suspeito, desta vez uma menina, atualmente com 19 anos, que foi criada pela mãe dele. Diante das ameaças feitas pelo suspeito à mãe da primeira vítima após a denúncia à polícia, a autoridade policial solicitou a prisão temporária dele, que foi cumprida na cidade de Vespasiano. O inquérito policial está em andamento. Ao final, o suspeito poderá ser indiciado por estupro de vulnerável e coação no curso do processo.

A ação, coordenada pela PCMG em Pompéu, contou com o apoio da PCMG em Vespasiano.

Fonte: Polícia Civil

COMPATILHAR: