Com repasses do corte promovido nas refinarias da Petrobras, o preço do diesel caiu 1,3%, ou R$ 0,08 nos postos brasileiros esta semana.

Segundo a pesquisa de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o diesel S-10 foi vendido, em média, a R$ 5,86 por litro.

É a oitava semana consecutiva de queda, reflexo de dois cortes promovidos pela estatal desde o início da gestão do presidente Jean Paul Prates. O preço médio desta semana é o menor desde janeiro de 2022, em valores corrigidos pelo IPCA.

O preço do diesel nas bombas, porém, sofre dois focos de pressão nas próximas semanas: no início deste mês começa a vigorar nova mistura de biodiesel e, em maio, está prevista a mudança do modelo de cobrança do ICMS.

No primeiro caso, o governo projeta um impacto de R$ 0,02 por litro. No segundo, o efeito é maior, já que a nova alíquota, de R$ 0,95 por litro, é superior à média praticada atualmente.

A ANP encontrou o diesel-S10 mais barato do Brasil em Leme (SP), a R$ 5,09 por litro. O mais caro foi encontrado na capital paulista, a R$ 8,49 por litro.

De acordo com a pesquisa da ANP, a gasolina foi vendida a um preço médio de R$ 5,48 por litro esta semana, queda de 0,5% (ou R$ 0,03) em relação à semana anterior.

É o terceiro recuo seguido após a alta provocada pela retomada de impostos federais, no início do mês.

Desde a semana anterior à reoneração tributária, porém, o preço do combustível acumula alta de R$ 0,40 por litro, bem superior aos R$ 0,26 estimados pelo mercado – considerando que a nova alíquota é de R$ 0,47 por litro e a Petrobras cortou seus preços de venda em R$ 0,13 por litro para minimizar o aumento.

O produto também será pressionado pela mudança no modelo de cobrança do ICMS, que passa a vigorar, neste caso, em junho.

Nesta sexta-feira (31), os Estados fixaram a nova alíquota em R$ 1,22 por litro, menor do que os R$ 1,45 projetados inicialmente.

O novo modelo do ICMS prevê a cobrança de um valor único nacional em reais por litro e apenas dos produtores e importadores dos combustíveis.

As mudanças ainda não abrangem o etanol hidratado, que, segundo a ANP, foi vendido esta semana a R$ 3,89 por litro. O valor representa queda de 0,7% (ou R$ 0,03) em relação ao verificado na semana passada.

(Nicola Pamplona / Folhapress)

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: