Redação Últimas Notícias

O prefeito Eugênio Vilela concedeu coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (17) para explicar algumas medidas da administração municipal em relação ao coronavírus (covid 19). O Decreto nº 8.158 que coloca o município em emergência para saúde será publicado nesta quarta-feira (18).

Por parte do Executivo, ainda estiveram presentes o secretário de Saúde, Leandro Pimentel, a diretora jurídica, Adriana Prado e o diretor de Comunicação, Marden Lima.

Leandro Pimentel disse que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, está tomando algumas medidas para poder conter o covid-19 em Formiga, evitando assim a proliferação do vírus. “Diminuindo esse contato estaremos aliviando o sistema de saúde para caso haja registros da doença, a Saúde consiga acolher essas pessoas”.

O secretário afirmou que não há casos suspeitos em Formiga e devido ao erro da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG), que contabilizou um caso a mais no município, pois alguns veículos de comunicação divulgaram de forma equivocada a existência de notificação em Formiga.

Leandro Pimentel falou ainda sobre a importância de medidas de contenção, pois, Formiga conta com cerca de 10 mil pessoas idosas e isso é um grande risco para ter um grande número de pessoas acometidas pela doença. “Temos 17 leitos de UTI e respiradores. Esse não é um problema municipal e sim nacional. Não sabemos a proporção, por exemplo, a Itália disse que estava preparava e falta respiradores para pacientes. Caso não tenham leitos aqui, os hospitais da região devem acolher pacientes daqui e vice-versa”.

O secretário falou também sobre a importância da medicação. O paciente deve tomar dipirona e paracetamol. O anti-inflamatório ibuprofeno não deve ser tomado em nenhuma hipótese.

Em relação a locais privados, Eugênio explicou que está sendo recomendado que haja a devida precaução em igrejas, fábricas, clubes, academias, restaurantes, com a devida higienização. O prefeito disse ainda que cirurgias eletivas serão desmarcadas para ter um maior estoque de leitos caso precise.     

 De acordo com ele, a suspensão de aulas entre os dias 18 e 29 podem ser prorrogadas, já os eventos marcados pela administração municipal cancelados serão remarcados.

Segundo o prefeito, o decreto oficializará, também, a criação de um Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, que será formado por membros do Executivo e por representantes de entidades públicas e privadas.

Em relação ao álcool gel, a Prefeitura informou que ainda tem estoques, mas não está conseguindo mais comprar o produto. Caso preciso, será usado o álcool liquido.

De acordo com o artigo 4º do decreto, as férias de servidores veiculados à área da saúde serão suspensas; os servidores acima de 65 anos serão dispensados, assim como gestantes, transplantados ou que fazem tratamento oncológico; as aulas na rede pública ficam suspensas no período de 18 até o dia 29 deste mês; suspensão ainda de eventos públicos; o servidor que apresentar sintomas de síndrome gripal compatíveis com a do covid 19 e que apresentar atestado médico, ficará afastado por até 14 dias; suspensão de reuniões de conselhos; de eventos esportivos; suspensão de atendimentos odontológicos e os atendimentos com as equipes da Saúde da Família devem ser agendados até quatro pacientes por consulta.

Comentários
COMPATILHAR: