Ex-ministro do Governo Sarney, Mailson da Nóbrega, afirma que provável privatização da Eletrobras pode, sim, significar contas de luz mais caras para os brasileiros. Durante entrevista ao repórter Eustáquio Ramos, nesta quinta-feira (18), ele explicou que “uma privação mal feita e mal planejada” será repassada aos consumidores.

“Essa é uma privatização que, pela primeira vez, pode aumentar os custos para os consumidores porque é uma privação mal feita, mal planejada, e como o governo precisava mostrar que ele faria alguma privatização ele cedeu às pressões dos diversos lobes no Congresso Nacional e a lei aprovada é muito ruim”, justificou o ex-ministro.

Sobre possíveis benefícios para a o país caso a privação de fato aconteça ele foi taxativo: “Não haverá benefícios para o país, porque para ter benefício pro país tem que ser para os consumidores, certo? E como os consumidores vão pagar uma conta que não deveriam pagar essa é uma privatização feita de forma inadequada, equivocada e fora do tempo.”

A privatização da Eletrobras foi aprovada nessa quarta-feira (18) pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Além da estatal de energia, a equipe econômica também prevê privatizar os Correios ainda neste ano.

Entenda

O ex-ministro do Governo Sarney participou, nesta quinta-feira (19), em Belo Horizonte, do Primeiro Congresso de Direito Empresarial promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Na oportunidade, a Superintendente da Fiemg falou sobre a importância desse tipo de reunião que conta com a presença de autoridades.

Inclusive, nessa sexta-feira (20), haverá a presença do Presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que vai encerrar o Congresso. “A importância desse encontro é um momento de retomada da economia e, inclusive, nesse momento pré-eleitoral são muito importantes essas reflexões. Então, nós estamos abrindo as portas da Fiemg para essa comunidade técnica que não precisa mais buscar conhecimento em outros estados porque nós temos ele aqui pra oferecer pra sociedade.”

Na semana que vem, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL)  pode colocar em pauta o reajuste das contas de luz da CEMIG.

 

 

Fonte: Itatiaia

Comentários
COMPATILHAR: