Profissionais da saúde da atenção primária e secundária se reuniram, nessa segunda-feira (30), para definir detalhes sobre a descentralização dos atendimentos de síndrome gripal em Formiga.

Estiveram presentes o secretário municipal de Saúde, Éder Leal, o diretor clínico da UPA/Tenda, Dr. Vladimir Moreira, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Polliana Lacerda, médicos e enfermeiros.

Na ocasião foi apresentada aos profissionais como será o atendimento da atenção primária com relação aos casos de síndrome gripal a partir desta quarta-feira (1º). Nos 20 postos de saúde do município serão atendidas aquelas pessoas que estão com sintomas leves e moderados como coriza, dor de garganta, dores no corpo. Já na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) serão atendidas aquelas pessoas que estão com casos mais graves como falta de ar e febre persistente.

Os pacientes que procurarem os postos de saúde do 5º ao 7º dia de sintomas, realizarão os testes rápidos de Covid-19 na própria unidade. Se der positivo ele ficará em isolamento domiciliar por 10 dias a contar do início dos sintomas, bem como as pessoas do núcleo familiar. Já os pacientes que estiverem com sintomas a menos de cinco dias, terão o exame agendado para outro dia que complete o 5º ao 7º dia de sintomas.

Pelo período do ano (frio e seco), os casos de síndrome respiratória têm aumentado em Formiga, mas nem todos são Covid-19, porém, também foi registrado um aumento no número de casos da doença e para evitar cenários como os já vividos anteriormente na cidade, a Secretaria de Saúde age para evitar a proliferação descontrolada. A Covid-19 não é mais considerada uma pandemia e sim uma doença sazonal que pode ocorrer aumento em épocas específicas do ano, como o outono e inverno.

A Secretaria Municipal de Saúde também destaca que, de acordo com o decreto em vigência, o uso de máscara é obrigatório em todas as unidades de saúde (pública e particular) e transporte público coletivo, porém é recomendado, principalmente por pessoas que estão com sintomas gripais, que o uso da máscara seja feito em qualquer lugar, seja aberto ou fechado. Os atendimentos na UPA e Postos de Saúde só serão realizados mediante o uso de máscara. Além disso, cabe reforçar que o esquema vacinal deve ser completo.

 

Fonte: Decom

Comentários
COMPATILHAR: