Uma quadrilha foi presa suspeita de roubar três carros em um sítio, na tarde dessa sexta-feira (26), no bairro Fazenda Saraiva, em Betim, na Grande BH. Segundo a Polícia Militar (PM), a perseguição começou após uma das vítimas ter relatado que recebeu uma cobrança no cartão de crédito, que também havia sido roubado, em uma pamonharia na MG-050.

De acordo com os militares, um homem, de 34 anos, informou ter sido abordado por dois suspeitos armados. O Fiat Palio foi roubado e os rapazes fugiram na estrada do Serra Negra, na zona rural da cidade.

Ao iniciar o patrulhamento na região da pamonharia, a PM foi avisada que, nas imediações, uma caminhonete Ranger branca e um Fiat Uno verde haviam sido roubados. Desta vez, por três suspeitos, enquanto um quarto homem ocupava um Celta prata na retaguarda. Na sequência, eles seguiram em direção ao bairro Marimbá.

Durante a perseguição, os militares visualizaram os rapazes fugindo em três veículos na rua Almeida José. Eles desobedeceram às ordens de parada e continuaram em uma estrada de terra. Por causa da aproximação das viaturas, dois suspeitos desceram a pé, correram em direção à uma mata e um deles atirou contra os policiais. A ação foi retrucada com disparos dos PMs. Os demais homens foram presos em flagrante.

Com lesões nos braços, nas pernas e na cabeça, um dos suspeitos foi encaminhado ao Hospital Prefeito Osvaldo Rezende Franco. Após ser preso, um segundo homem afirmou que não sabia onde havia jogado a arma dentro da mata; o objeto ainda não foi encontrado.

Um dos autores confessou que utilizou o cartão de crédito de uma das vítimas para fazer o lanche.

A perseguição também contou com o apoio da aeronave Pégasus e de equipes da Ronda Ostensiva Com Cães (ROCCA).

Materiais apreendidos

Ao todo, além dos quatro veículos utilizados na fuga, foram apreendidos três simulacros de arma de fogo, dois celulares, cinco televisões e aparelhos de som.

Foto: Polícia Militar/Divulgação

Fonte: Itatiaia

Comentários
COMPATILHAR: