Todos os anos, sobretudo no período de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF, falsários se passam por servidores da Receita Federal com o intuito de tentar extrair dados fiscais e bancários dos contribuintes.

Nesse sentido, a Receita Federal alerta para modalidade de golpe aplicada por meio de correspondências.

A exemplo de golpes por e-mail, as cartas se intitulam “Intimação para regularização de dados cadastrais”, são identificadas com o logotipo e o nome da Receita Federal e direcionam o destinatário para um endereço eletrônico que não pertence ao órgão.

Tais correspondências são falsas e não são enviadas pela Receita Federal. Em caso de recebimento de carta anexa, a pessoa deve desconsiderar e não acessar o endereço eletrônico mencionado.

Os contribuintes que precisarem fazer alterações, regularizações e consultas cadastrais devem utilizar o site da Receita Federal (https://www.gov.br/receitafederal/pt-br).

O serviço está disponível no Centro Virtual de Atendimento – e-CAC apenas para o próprio contribuinte ou seus procuradores legalmente constituídos. Para utilizar o e-CAC, é necessário gerar um código de acesso ou possuir um certificado digital.

Fonte: Receita Federal

COMPATILHAR: