Um tratamento em fase experimental, desenvolvido pela Fiocruz e pelo Hospital São Rafael, pode devolver esperança aos paraplégicos. Feito com o uso de células-tronco adultas, o procedimento já foi testado em voluntários e trouxe bons resultados.
Além de fazer com que o paraplégico volte a sentir beliscões ou distinguir frio e calor nas penas, o tratamento devolve pequenos movimentos, se feito em conjunto com fisioterapia. De acordo com os cientistas responsáveis, trata-se de uma técnica simples, que consiste na retirada de células-tronco adultas da bacia do próprio paciente.
A amostra das células passa por processo de cultivo em que tem a concentração de células-tronco aumentada de 1 para 99%. Em seguida, o paciente passa por cirurgia, para inserção destas células no local da lesão. Após a recuperação, é inicia do tratamento com fisioterapeuta.
Sentir novamente as pernas e poder fazer movimentos simples devolve a alegria de viver a quem ficou paraplégico após sofrer acidentes ou lesões. A técnica, depois de ser aprovada pelo Conselho Federal de Medicina, pode trazer esperança.

Comentários