A trombose venosa profunda (TVP) atinge uma a cada mil pessoas em todo o mundo, matando cerca de 1 milhão de pessoas todos os anos, sendo 300 mil nos Estados Unidos e 544 mil na Europa. Apesar de não se ter dados consolidados sobre a frequência e mortalidade da doença vascular no Brasil, os números são semelhantes ao registrado em outros países segundo afirma o angiologista Francesco Botelho.
E é para se atualizarem sobre o diagnóstico e tratamento da trombose que cerca de 400 cirurgiões vasculares de todo o país vão se reunir em Belo Horizonte nesta semana. ?A incidência da TVP é de um caso para cada mil pessoas e a frequência de embolia pulmonar de 60 a 70 casos para cada 100 mil habitantes?, explica Botelho, presidente do encontro e da regional mineira da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.
Idosos têm maior risco
A TVP é uma doença potencialmente grave, causada pela formação de coágulos no interior de veias profundas. Na maior parte das vezes, o trombo se forma na panturrilha, ou batata da perna, mas pode também se instalar nas coxas e nas veias intra-abdominais.
Segundo o especialista, pacientes com mais de 60 anos têm maior risco para desenvolver a TVP. ?De 40% a 60% dos pacientes idosos submetidos à cirurgia ortopédica de grande porte (quadril e joelho), sem prevenção adequada, também podem desenvolver a doença?, alerta.
Medicamento
O tratamento da doença é realizado por anticoagulantes e pode ser feito, na maioria dos casos, em regime ambulatorial, em situações mais graves em regime hospitalar.
Agenda
O 13º Encontro Mineiro de Angiologia e Cirurgia Vascular será realizado de 15 a 17 de maio no centro de convenções do Hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte. São esperados mais de 400 especialistas de todas as partes do Brasil e do exterior. Saiba mais: www.emacv.com.br.

Comentários
COMPATILHAR: