Alunos de Engenharia Agronômica, produtores rurais e profissionais participaram, no sábado passado (14) do Terceiro Módulo da Trilha do Agro.

O evento na Fazenda Laboratório abordou o tema “Tecnologias de Aplicações de Defensivos”. A atividade realizada pelo Centro de Produção de Eventos para Engenharia Agronômica (CPEEA) contou com a colaboração dos integrantes dos projetos Solo Fértil e Informa Agro.

O engenheiro agrônomo Adilson Silva trabalha na Grão de Ouro Agronegócios e ministrou os trabalhos. Ele ressaltou a importância da tecnologia na pulverização e tipos de bicos. Foram citados ainda os equipamentos e suas especificidades, além da necessidade de utilizar água de qualidade.

A Trilha do Agro qualifica e forma agentes multiplicadores e promotores dos princípios, fundamentos e práticas agronômicas, com o desenvolvimento dos alunos e profissionais, diversificação e aprimoramento de suas habilidades e competências.

Parceiros

O CPEEA une as empresas, o meio acadêmico, a comunidade e os produtores rurais da região de Formiga. Ele gera conhecimentos e explora novas áreas. Divulga os aprendizados, princípios e valores das organizações parceiras. A equipe é formada por estudantes do 3º e 5º períodos. São eles: Larissa Ayla Silva Teixeira, Marina de Morais Gonçalves, Cristian Mendonça Rodrigues, Carlos Henrique Cruvinel e Alexandre Junior Rodrigues Costa.

O Solo Fértil também é um projeto de extensão universitária e é constituído pelos seguintes discentes do 5º período: Cássia Ângelo Alves, João Lucas Andrade Resende, João Pedro Silva Bonaccorsi, Kaio Resende da Silva e Lucas Teixeira Lopes. A meta é auxiliar os pequenos produtores na análise de solo e coletar amostras. O material é encaminhado ao laboratório para análise dos parâmetros de fertilidade. Com as recomendações, os envolvidos obtêm economia e produções significativas.

Fonte: Unifor-MG

Comentários