O segundo turno das eleições presidenciais ocorrerá no dia 30 de outubro. E à medida que o pleito se aproxima, candidatos buscam apoios que garantam mais votos.

Um dos pontos é a questão da religiosidade. Um levantamento do Datafolha, divulgado na sexta-feira (15), apontou que 49% dos eleitores dizem dar muita importância para a religião ou fé do candidato na hora de definir o voto.

O instituto de pesquisa solicitou aos entrevistados que apontassem, em uma escala de 1 a 5, a relevância da religiosidade na decisão do voto no segundo turno. Na média, as respostas ficaram no índice 3,6. Outros 21% responderam como “nada importante”, que era o nível mais baixo da pesquisa. 5% não souberam responder.

Publicidade

Outro fator de destaque no estudo é de que o fator religioso pesa mais entre os eleitores do atual presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (PL), do que em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Entre eleitores de Bolsonaro, a média das respostas foi 4,2. No grupo dos eleitores de Lula, o índice foi 3,3.

A pesquisa também revelou a intenção de votos válidos. Segundo o estudo, o ex-presidente tem 53% das intenções de votos, contra 47% do presidente Jair Bolsonaro no segundo turno da disputa pela Presidência da República. A margem de erro é de 2 pontos, podendo variar para mais ou para menos.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: