O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse, nesta terça-feira (5), que no Brasil o vírus da corrupção está “praticamente vencido”.  O chefe do executivo também se autointitulou um soldado do Brasil. “E os soldados marcham juntos para o bem da nossa nação”.

As declarações foram dadas durante cerimônia de cumprimento aos Oficiais-Generais promovidos no Palácio do Planalto.

Para Bolsonaro, os números da pandemia mostram como o país vem seguindo. “Os problemas e consequências estão no mundo todo e o Brasil é o país que menos sofreu”, afirmou.

Ainda segundo o presidente, o governo vem trabalhando no combate à corrupção.

Na semana passada, um esquema de corrupção dentro do Ministério da Educação derrubou o ex-ministro Milton Ribeiro, que foi acusado de chefiar um esquema de pastores que intermediaram obras do Ministério da Educação em troca de propina.

“O combate ao vírus, um dos mais mortais, que vem de décadas no nosso país, o vírus da corrupção, está praticamente vencido. Se aparecer alguma coisa, vamos atrás. Lamentamos por parte da imprensa os ataques”, disse o presidente ignorando as denúncias do MEC.

De acordo com Bolsonaro, “quem tem consciência tranquila vence os obstáculos”.

“Nosso partido é o Brasil. Pretendemos levar à frente essas políticas. Não é fácil. A nossa vida não é fácil em um país conturbado por questões ideológicas”, disse. “Venceremos a luta do bem contra o mal. E o bem, sempre venceu. E também vencerá essa batalha”, finalizou.

 

Fonte: Estado de Minas

Comentários
COMPATILHAR: