O goleiro Bruno Fernandes pode estar a caminho do Boa Esporte. O goleiro, que deixou a prisão há duas semanas, foi flagrado na tarde desta sexta-feira (10) por moradores almoçando em um restaurante de Varginha (MG) com a diretoria do clube. As imagens circularam em redes sociais. Após a repercussão da imagem, o goleiro confirmou que pode fechar com a equipe de Varginha.

“Eu vim aqui conhecer a estrutura do clube, estamos em fase de negociação, me agrada muito, é um time que está cada vez mais em alta, surpreendendo outros clubes, tenho amigos aqui que me falam muito bem, não vim aqui à toa, posso dizer pra você que alguma coisa pode acontecer de hoje para amanhã. Depende mais deles do que de mim”, disse o goleiro.

Segundo o empresário do jogador, Lúcio Mauro, faltam poucos detalhes para que o goleiro seja anunciado como reforço do Boa Esporte. Segundo o empresário, a confirmação pode sair até a próxima segunda-feira.

“Estamos com 90% fechados, mas ainda temos alguns detalhes para fechar, falta pouca, mas quase o goleiro do Bruno é Boa já” disse o empresário.

Condenação e saída após 6 anos da prisão

Em 2013, Bruno foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, sua ex-namorada, e também pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. No dia 24 de março deste ano, Bruno deixou a APAC de Santa Luzia (MG) por decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Superior Tribunal Federal (STF).

No dia em que o goleiro foi solto, o Boa Esporte negou que tinha interesse na contratação do jogador. Segundo informações divulgadas pelo Jornal Hoje em Dia, o advogado do jogador, Lúcio Adolfo, teria sido informado por um intermediário que o clube estaria interessado no jogador.

Em fevereiro de 2013, a diretoria do Boa Esporte divulgou uma carta informando o interesse do clube em contratar o goleiro. Na época, o documento deixava claro a intenção do clube de esperar pelo jogador, que seria julgado naquele ano.

(Foto: reprodução internet)

 

Fonte: G1 ||

Comentários