A regiãoCentro-Oeste de Minas tem 5.479 casos prováveis de dengue, segundo o boletim epidemiológico de monitoramento da doença, além da chikungunya e zika, divulgado na quarta-feira (11) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG).

São 394 novos casos suspeitos de dengue em comparação com o boletim anterior, que registrou 5.085 casos prováveis da doença. A região ainda tem duas mortes por dengue confirmadas.

Sobre os casos prováveis de chikungunya, a região saltou de 61 para 69 casos. Sobre a zika, há um registro de caso provável.

Dengue

Conforme a SES-MG, Piumhi tem 1.522 casos prováveis de dengue; o município segue com o com maior número de casos na região. Em seguida, aparece Nova Serrana com 841; Luz com 705; e Carmópolis de Minas com 415 casos prováveis da doença. Há mortes registradas mortes em Itaúna e São Roque de Minas.

Até dia 17 de maio, Minas Gerais registrou 64.200 casos prováveis (casos notificados, exceto os descartados) de dengue. Deste total, 29.711 casos foram confirmados para a doença. Dezessete óbitos foram confirmados e outras 40 mortes são investigadas, até o momento.

Casos prováveis de dengue, chikungunya e zika no Centro-Oeste

Cidade Dengue Óbitos confirmados Chikungunya Zika
Abaeté 105
Araújos 26 1
Arcos 74
Bom Despacho 289 5
Candeias
Capitólio 333 2
Carmo da Mata 1
Carmo do Cajuru 15
Carmópolis de Minas 415
Cedro do Abaeté 7
Cláudio 6
Córrego Danta 4
Córrego Fundo 5
Divinópolis 162 4
Dores do Indaiá 5
Formiga 105 29
Igaratinga 11
Iguatama 16
Itapecerica 2
Itaúna 57 1 7
Lagoa da Prata 67 18
Leandro Ferreira 2
Luz 705
Martinho Campos 51
Moema 2
Nova Serrana 841 1
Oliveira 41
Pains 3
Papagaios 13
Para de Minas 72 1
Pedra do Indaiá 2
Pequi 5
Perdigão 9
Pimenta 133 1
Passa Tempo 27
Pitangui 21
Pedra do Indaia 2
Piumhi 1.522
Pompéu 5
Quartel Geral 5 1
Santo Antônio do Monte 37
São Francisco de Paula 9
São Gonçalo do Pará 46
São Roque de Minas 219 1
São Sebastião do Oeste 2
Total 5.479 2 69 1

Fonte: SES-MG

Zika e chikungunya

Conforme a SES-MG, em relação à febre chikungunya, foram registrados 5.585 casos prováveis da doença em Minas Gerais. Do total, 2.407 foram confirmados. Até então, não há nenhum caso de óbito confirmado por chikungunya no estado, e um segue em investigação.

Na região Centro-Oeste, Formiga é a cidade com maior número de casos na região, com 29 registros. Lagoa da Prata tem 18 casos, Itaúna tem sete casos, Bom Despacho tem cinco casos e Divinópolis tem quatro. Nova Serrana, Pará de Minas, Pimenta e Quartel Geral aparecem com um caso cada.

Quanto ao vírus zika, foram registrados 65 casos prováveis em MG, sendo 11 confirmados para a doença. Não há óbitos no estado pela doença até o momento.

No Centro-Oeste, foi registrado um caso de zika em Araújos.

Fonte: G1

Comentários