O Cruzeiro confirmou neste sábado (26) uma vaga na final do Mineiro. Após vencer o Athletic, na ida, por 2 a 0, na última terça-feira (22), a Raposa voltou a ganhar, desta vez por 2 a 1. O clube celeste não participava de uma decisão no Estadual desde 2019, quando foi campeão sobre o Atlético.

Os gols da partida foram do meia João Paulo e do atacante Vitor Roque, para o time estrelado, e do avante Rafhael Lucas, para a equipe de São João del-Rei.

 

O jogo

O duelo transcorreu com a intensidade que pede uma partida decisiva. O Cruzeiro abriu o placar aos 35 minutos do primeiro tempo, com João Paulo, de pênalti, assinalado em cima de Vitor Roque.

Em seguida, o árbitro Marco Aurélio Augusto Fazekas recorreu ao VAR para revisar um lance de Machado, aos 42 minutos, e concluiu que houve toque de mão do volante cruzeirense. Rafhael Lucas converteu e empatou.

Minutos depois, a Raposa voltou à frente no placar. Vitor Roque aproveitou o erro da defesa do Athletic e balançou as redes, aos 44 minutos.

No segundo tempo, com mais agressividade e cartões amarelos, a Raposa colecionou bolas na trave. Porém, mesmo com a falta de sucesso nas finalizações, as equipes seguiram tentando impor seus estilos de jogo.

Antes do fim do confronto, a torcida do Cruzeiro já comemorava a classificação e provocava o Atlético, que também está muito perto da decisão. O Galo encara a Caldense neste domingo (27), às 18h, no Mineirão, podendo perder por até dois gols de diferença para avançar.

Athletic 1 x 2 Cruzeiro

Athletic
Pedrão; Edson (Diego Petrin), Danilo, Sidimar e Vinícius Silva (Antônio Falcão); Diego Fumaça, Wallisson Luiz (Ricardo Oliveira) e Nathan; Rafhael Lucas (Kadu), Willian Mococa e Douglas Santos (Alason).
Técnico: Roger

Cruzeiro
Rafael, Cabral; Rômulo (Marcelinho), Lucas Oliveira, Eduardo Brock (Wagner) e Rafael Santos; Willian Oliveira, Machado, Canesin (Pedro Castro) e João Paulo; Vitor Roque (Vitor Leque) e Waguininho (Geovane) .
Técnico: Paulo Pezzolano

Motivo: Jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro
Data: 26 de março (sábado)
Local: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte
Arbitragem: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Frederico Soares Vilarinho
VAR: Emerson de Almeida Ferreira
Cartões amarelos: Wallison, Rafhael Lucas, Danilo e Douglas Santos (Athletic); Canesin, Waguininho, Rômulo e Vitor Roque (Cruzeiro)
Gols: João Paulo, aos 35 minutos, Rafhael Lucas, aos 42, e Vitor Roque, aos 44 minutos do primeiro tempo
Público: 18.894
Renda: R$ 534.365,00

Fonte: Hoje em Dia
Comentários
COMPATILHAR: