Entre os dias 2 e 6 de maio foi realizado em Arcos o Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes Aegypti (LIRAa).

Em janeiro, o índice de infestação (locais onde foram encontrados focos do mosquito) era de 10%. Já na última semana, o número caiu para 4,6%.

Apesar da queda, a situação ainda inspira cuidados, porque segundo referência do Ministério da Saúde, o número de infestação acima de 3,9% coloca a cidade em situação de ‘Alto Risco’ para uma epidemia.

Outra situação preocupante é em relação às notificações de pessoas com sintomas das doenças.

No início de janeiro, não tinha nenhum caso; na semana passada, teve uma notificação; nesta semana, já são oito, o maior número de 2022.

Fonte: Arcos Notícias

Comentários