Um ex-deputado do estado de Louisiana nos Estados Unidos, Dennis Perkins, de 47 anos, foi condenado, na última terça-feira (3), a 100 anos de prisão devido a crimes sexuais contra crianças. Ele é responsável colocar seu sémen em cupcakes que sua esposa fez para os alunos dela.

Após confessar os crimes, Dennis foi condenado por estupro, por agressão sexual infantil, por pornografia infantil e por ter colocado o próprio sémen nos cupcakes que a esposa iria dar à estudantes.

Dennis Perkins e sua esposa, Cynthia Perkins, foram presos em 2019 devido a 150 acusações de crimes sexuais. Após as prisões, a professora solicitou o divórcio e alegou que Dennis a manipulou para cometer os crimes.

Cynthia confessou os crimes de estupro em segundo grau, de produção de pornografia infantil e de conspiração por ter misturado substancias perigosas em fevereiro de 2022. Devido a confissão, 68 das 72 acusações sobre ela foram desconsideradas, Cynthia também concordou testemunhar contra Dennis. No total, ela foi sentenciada a 41 anos em prisão.

O julgamento do ex-deputado foi postergado no ano passado, após o Estado apresentar quase 800 mil documentos contra ele, e o advogado de defesa pedir tempo adicional para revisar os arquivos.

Em seu julgamento ele se dirigiu as vítimas. “Eu gostaria de dizer que sinto muito. Eu passei mas de três anos morando uma caixa. Não é sobre mim. Eu só gostaria de dizer essas palavras: Jesus Cristo me perdoou, eu sou grato por isso. Eu espero e rezo para que qualquer pessoa que eu afetei também pudesse achar o perdão e a cura a partir de Jesus Cristo”, declarou Dennis.

Fonte: Itatiaia

Comentários
COMPATILHAR: