O estoque de sangue da Fundação Hemominas está em estado crítico em três tipos sanguíneos, O-, O+ e A-. Os tipos A e B- também estão abaixo do ideal e são considerados em situação de alerta.

As informações são do boletim divulgado pela instituição nessa segunda-feira (19/9).

Os demais tipos sanguíneos estão com os índices adequado (B e AB-) e estável (AB ). Por isso, doadores podem aguardar até a semana seguinte para doar.

Segundo o Hemominas, em períodos de feriados prolongados, férias escolares e inverno, o comparecimento de doadores é menor, o que causa a queda dos estoques de sangue. “O frio, e também a pandemia, aumenta os casos de síndromes respiratórias, o que aumenta a inaptidão dos candidatos à doação”, informou.

Em termos numéricos, no geral, a fundação está com queda de 40% nos tipos sanguíneos negativos e 15% nos tipos sanguíneos positivos.

 

Critérios para doação

  • Ter e estar com boa saúde;
  • Pesar acima de 50 kg;
  • Ter entre 16 e 69 anos. Jovens de 16 e 17 anos devem estar acompanhados dos responsáveis legais ou ter a autorização, que está disponível na Hemominas;
  • Não doar em jejum. É necessário fazer uma refeição antes;
  • Não ter tido hepatite após os 11 anos;
  • Em caso de vacinação contra a COVID-19, é necessário aguardar 48h após casa dose de Coronavac. Já quem se vacinou com Pfizer, Astrazeneca ou Janssen, é preciso aguardar 7 dias;
  • Não ter feito tatuagem/sobrancelha definitiva/ botox/ piercing nos últimos 12 meses. Piercing na região oral ou genital impede a doação de sangue por 12 meses após a sua retirada;
  • A vacina contra gripe também precisa do intervalo de 48 horas para doar sangue;
  • Apresentar documento de indentificação oficial e original, com foto, filiação e assinatura.

Para outras regras mais específicas, doadores devem consultar as informações no site da Fundação Hemominas.

As doações são feitas por meio de agendamento pela página da instituição ou pelo aplicativo MG Cidadão (disponível para Android e IOS). A agenda é disponibilizada para os 10 dias subsequentes e, diariamente, são liberados novos horários.

Caso não encontre vaga, a Fundação recomenda que o doador tente mais tarde ou contate a Unidade da Hemominas em que deseja comparecer. Em Belo Horizonte, existem três locais de doação, localizados na Região Hospitalar, Região do Barreiro e Venda Nova.

 

Fonte: Estado de Minas

 

Comentários
COMPATILHAR: