Um homem de 41 anos foi preso bebendo em um bar com roupas sujas de sangue na cidade de Sardoá, no Vale do Rio Doce, nesse sábado (25). A Polícia Militar foi acionada após uma confusão na casa do suspeito e encontrou ele no estabelecimento que fica na saída da cidade.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher de 38 anos relatou que vive em união estável com o suspeito. Na casa, mora ela, o homem, filhos dela e mais três filhos do casal. Nesse sábado, o homem chegou bêbado e começou uma discussão com ela porque o almoço não estava pronto.

A mulher alega que o homem ficou agressivo, partiu para cima dela e a agrediu com socos, chutes e pontapés, que causaram lesões na boca, no rosto e nas pernas. Dois filhos da mulher, um adolescente de 16 anos e uma adolescente de 15 anos tentaram separar a briga, momento em que o padrasto sacou uma faca e deu vários golpes no adolescente. A menor foi agredida com socos.

A família, então, começou a gritar para que os vizinhos chamassem a polícia, já que o homem tentava matar o enteado com golpes no rosto, na boca e na barriga. Após os gritos, o homem fugiu em uma moto.

Durante as diligências, militares encontraram a moto do suspeito estacionada na saída da cidade perto de um bar. No estabelecimento, os policiais encontraram o homem com uma lata de cerveja na mão e com a calça ensanguentada. Ele foi preso em flagrante e disse à equipe que se irritou com o atraso do almoço, discutiu com a mulher, mas que foi agredido com uma barra de ferro no ombro. Após isso, ele alega que “apenas se defendeu”.

A mãe e os dois filhos foram encaminhados para o Hospital Regional de Governador Valadares. O adolescente ficou internado em estado grave e familiares disseram aos policiais neste domingo (26) que o jovem perdeu bastante sangue e que estava “ligado nos aparelhos do hospital”.

A moto usada na fuga foi apreendida e o homem encaminhado à delegacia.

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: