Além de Belo Horizonte, todos os outros municípios de Minas Gerais também iniciam a campanha de vacinação contra o sarampo na segunda-feira (4). Devem ser imunizadas contra a doença, que é altamente transmissível, as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade.

Aquelas que já receberam a dose anteriormente, conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), também devem ser vacinadas novamente. A campanha segue até 3 de junho, com o Dia D de mobilização em 30 de abril.

Os trabalhadores da saúde também estão no grupo prioritário para receber as doses. “A vacina é gratuita e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde em todo o Estado”, destacou a SES.

A doença

O sarampo é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças menores de um ano de idade. Porém, é prevenível por meio da administração da vacina tríplice viral.

A estratégia foi incorporada com o propósito de controlar surtos da doença, reduzir internações, complicações e óbitos. O esquema vacinal prevê duas doses e protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Em 2021, a cobertura vacinal da primeira dose (D1) foi de 79,82% das crianças com 12 meses de idade, e da segunda (D2) foi de 64,53% das crianças com 15 meses de idade.

Segundo a coordenadora Estadual do Programa de Imunizações, Josianne Gusmão, “a vacinação contra o sarampo é importante, pois permite interromper a circulação ativa do vírus no país, minimizar a carga da doença e proteger a população, além de reduzir sobrecarga sobre os serviços de saúde em decorrência de mais esse agravo”.

Ainda de acordo com a coordenadora, a mobilização vai ocorrer de forma simultânea com a campanha de vacinação contra a Influenza. “A vacina tríplice viral pode ser administrada simultaneamente com a vacina influenza a partir dos seis meses de idade”, complementa.

 

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: