Um motociclista, que não teve a idade divulgada, foi preso pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv) na noite dessa segunda-feira (23) em Santana do Manhuaçu, na Zona da Mata. Ele foi abordado depois que policiais perceberam “um volume amarrado na parte de trás da motocicleta”.

A equipe policial deu ordem de parada, mas o homem desobedeceu e iniciou fuga em alta velocidade. Diante da suspeita, houve a perseguição e o suspeito foi abordado “alguns quilômetros a frente”. Questionado sobre o volume que levava, o motociclista chegou a dizer que era um porco, mas policiais constataram que era um animal da fauna silvestre. Tratava-se de uma capivara morta.

O animal apresentava uma perfuração de arma de fogo na cabeça. O homem relatou que praticava a caça com um colega, cujo nome não quis revelar. Ele alegou ainda que a arma de fogo usada na caça foi levada pelo colega e que ele já teria deixado o armamento em sua casa, já que estava de moto e não conseguia levar a espingarda.

A viatura da polícia foi até a casa do motociclista. A esposa do suspeito entregou a arma, que é um rifle modificado para calibre 22. O autor foi preso em flagrante pela prática da caça predatória. O animal, a motocicleta e a arma de fogo foram apreendidos e entregues na delegacia de Polícia Civil.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: