O sinal de advertência – (atenção: AMARELO)-, já pisca à frente do prefeito Moacir Ribeiro. Ao completar 100 dias de governo, seus principais aliados ou cabos eleitorais se rebelam contra a administração indicando que o ?casamento? de interesses, pode estar prestes a ser definitivamente rompido.
O prefeito eleito precisa assumir, de fato, diz um dos líderes do PMDB, o vereador Mauro César que anunciou da mesa da Câmara que a bancada do partido está unida em torno desta ideia.
Enquanto isso, o vice-prefeito Eduardo Brás/PSDB, imediatamente tornou clara sua intenção ao questionar publicamente alguns secretários que para ele, pouco sabem ou conhecem desta cidade.

Comentários
COMPATILHAR: