Poços de Caldas é a cidade do Sul de Minas com mais pessoas alfabetizadas. Conforme dados do IBGE, quase 98% dos habitantes da cidade sabem ler e escrever. Os números colocam o município entre os 150 com melhor índice no Brasil.

A pesquisa que apontou os dados foi feita pelo Censo Demográfico da Alfabetização, desenvolvida pelo IBGE em 2022 e divulgada ao fim da última semana. Conforme o Instituto, 7,9% dos brasileiros não são alfabetizados, o que corresponde a 11,4 milhões de habitantes. Por outro lado, 151,5 milhões de pessoas são alfabetizadas.

O IBGE explica que utiliza como critério pessoas acima de 15 anos que responda à seguinte pergunta: se sabem ler e escrever um bilhete simples ou uma lista de compras. Quem responde que sim, é considerado pelo como um cidadão alfabetizado. Já quem responde que não, é considerada como uma pessoa não alfabetizada.

EJA em Poços de Caldas

A principal porta de entrada para os moradores de Poços de Caldas que não são alfabetizados é o programa Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Em Poços de Caldas, por exemplo, existe o EJA Alfabetização, para pessoas que não aprenderam a ler e escrever, que entram para o programa para serem alfabetizadas. Na cidade, há nove núcleos, com mais de 40 poços-caldenses participando do programa.

“Quem é o público-alvo? O público-alvo são aquelas pessoas que não tiveram oportunidades enquanto jovens, enquanto crianças, para poder usufruir do ensino-aprendizagem com relação à alfabetização. Todas as pessoas são autorizadas a procurar, aquelas que querem aprender a ler e escrever, todas estão autorizadas”, explicou Silvana Maria Jacinto, secretária da Autarquia Municipal de Ensino de Poços de Caldas.

 

Fonte: G1 Sul de Minas

COMPATILHAR: