Um homem, de 56 anos, foi espancado até a morte por moradores do bairro Morada Nova, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com moradores da região, o homem é suspeito de ter estuprado pelo menos oito meninos – com idades entre 5 e 10 anos, da comunidade. A polícia vai investigar o caso.

Para silenciar os meninos, o homem os ameaçava dizendo que mataria os pais das crianças.

Justiça com as próprias mãos

Para a reportagem de O Tempo, moradores da região contaram que após um menino, de 8 anos, contar para o pai que havia sido molestado, toda a comunidade se juntou, no início da tarde deste domingo (28), para matar o homem.

As agressões a pedradas ocorreram dentro da residência do suspeito, local onde, ainda conforme os moradores da comunidade, aconteciam os abusos.

Comunidade vigiava o suspeito

Ainda segundo os moradores da região, o homem morava na localidade há cerca de quatro anos. Nesse período, todos achavam estranho o modo que ele tratava as crianças. No entanto, não existia nenhuma suspeita a respeito do comportamento dele.

Somente, neste domingo, após um menino, de 8 anos, contar ao pai que teria sido violentado sexualmente pelo homem, que a comunidade foi avisada e resolveu se vingar.

“Moro aqui há 14 anos. Nunca na nossa comunidade aconteceu isso. Depois que ele se mudou, todo mundo achava estranho o comportamento desse homem com os meninos pequenos. Ele só gostava de ficar perto de meninos. Comprava presentes para eles, levava pra passear e para ver televisão na casa dele. Quando a criancinha contou para o pai que ele abaixou o shortinho dele e o violentou, todas as nossas dúvidas viraram realidade. Nós batemos e jogamos pedras. Todo mundo bateu. Ele é um criminoso, mereceu o fim que teve”, revelou uma moradora da comunidade, que assumiu ter participado do linchamento e preferiu o anonimato.

Mais vítimas

Ainda de acordo com moradores da comunidade, após a primeira criança revelar sobre os abusos, outros sete meninos contaram para os familiares que também teriam sido vítimas do suspeito. As crianças ainda revelaram que ficaram em silêncio, após os abusos, porque o homem ameaçava os garotos de matar o pai e a mãe deles caso alguém descobrisse.

Polícia

Segundo a Polícia Militar, o homem possui passagens por tráfico de drogas, furto e porte ilegal de arma de fogo. A perícia e o rabecão foram acionados.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: