A vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO nesse sábado (14), no Independência, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, encerrou uma sequência de quatro jogos sem vitória do Galo na competição.

Apesar do amplo domínio sobre o adversário durante toda a partida, em determinado momento do segundo tempo o Alvinegro encontrou dificuldades. A vantagem mínima no placar naquele momento também levantou o temor de que o triunfo poderia escapar novamente.

De acordo com o técnico “El Turco” Mohamed, foi nesse momento em que os atleticanos que compareceram ao Horto fizeram a diferença.

“Nós temos essa intensidade. O que se passa é que sempre há muitas situações em que, às vezes, o estado físico ou a quantidade de jogos baixa a intensidade. Em um momento do segundo tempo baixamos a intensidade, mas o jogador número 12, que é a torcida, nos levantou. Todos juntos, vamos seguir por esse caminho. Hoje, a torcida foi muito importante, porque, com seu alento, a equipe retomou força e foi buscar o segundo gol. A boa química que há entre os jogadores e a torcida tem que continuar, porque nós queremos ser protagonistas e ganhar todos os títulos”, disse o treinador em entrevista coletiva após a partida.

Desfalques

Em decorrência da maratona de jogos, o Atlético, como boa parte das equipes do futebol brasileiro tem convivido com desfalques.

Diante do Dragão, o Galo não pôde contar com o lateral-direito Mariano e com o atacante Vargas, entregues ao departamento médico.

A substituição de Keno, que deixou o gramado no início do segundo tempo com dores no músculo adutor da coxa direita pode ampliar o número de baixas para os próximos jogos.

Evitando um tom de lamentação, o treinador do Atlético comentou sobre o assunto.

“É muito dinâmico (futebol). No próximo jogo não teremos Keno. Temos claro um time para jogar, mas existem lesões, suspensões e cansaço físico. Vamos buscar a forma para o time não perder intensidade e profundidade. Temos que buscar uma solução”.

O Galo volta a campo na próxima quinta-feira (19), para enfrentar o Independiente del Valle, do Equador, às 19h, no Independência, pela quinta rodada do grupo D da Copa Libertadores.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: