Cada vez mais líder e próximo de confirmar de forma matemática o acesso à primeira divisão, o Cruzeiro reencontra seu torcedor de Belo Horizonte nesta sexta-feira (26), quando recebe o lanterna Náutico, dono de apenas 21 pontos na competição, às 21h30, no Independência, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

A última vez que a Raposa atuou em Belo Horizonte foi no início deste mês, no dia 6, quando encarou o Tombense, no Mineirão, e venceu por 2 a 0.

Mas de lá para cá, algumas coisas não mudaram. A posição na tabela –  a Raposa já ostenta um turno inteiro na dianteira -, o status de invencibilidade – agora já são oito jogos -, e o fato do time, mesmo tendo atuado em Brasília como mandante, seguir sem saber o que é perder jogando em casa na competição nacional. Uma campanha irretocável e que faz aumentar a ansiedade pelo tão desejado momento de soltar o grito de libertação da segunda divisão.

“Foi uma semana cheia. Sempre bom trabalhar com uma semana assim, ter bastante dia para trabalhar, para alinhar tudo certinho para gente se conectar com nosso torcedor novamente em casa. Essa partida será muito importante para ficarmos mais perto do nosso objetivo principal que é o acesso. A gente não vê a hora de entrar em campo e dar o nosso melhor”, declarou Daniel Jr., um dos jogadores que vêm ganhando oportunidades sucessivas dentro do time considerado ideal por Pezzolano.

Com apenas uma vitória e quatro derrotas nos últimos cinco jogos, o Náutico está mais uma vez de treinador novo na temporada. Elano não resistiu e caberá a Dado Cavalcanti a missão de evitar que o Timbu seja rebaixado à Série C. A condição desesperadora do Timbu, lanterna do torneio, porém a cinco pontos de distância do primeiro time fora do Z-4, o CSA, faz com o jogo ganhe contornos de muita emoção e também dificuldades. Mas os jogadores celestes estão preparados para manter o nível de performance e buscar mais uma vitória diante da torcida.

“A gente não pode se deixar levar pelo fato de que eles estão na lanterna. A gente sabe da qualidade do time deles. A gente vai entrar como jogou como o Grêmio, como se fosse entrar contra qualquer outra equipe. Em questão ao acesso, nossa equipe está bem focada. A gente prefere focar jogo a jogo para dar tudo certo no final”, observou Daniel Jr.

O Cruzeiro possui hoje 99,98% de chances de acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, enquanto o Náutico tem 87,6% de chances de queda à Série C. As probabilidades são de acordo com o departamento de matemática da UFMG. A equipe celeste ostenta um desempenho de
11 vitórias e um empate jogando em casa, tendo conquistado 34 dos 54 pontos que conquistou jogando diante do seu torcedor.

Fonte: O Tempo

COMPATILHAR: