Se depender da Prefeitura e do Saae, a obra da avenida Vereador José Higino Filho sofrerá um incremento positivo capaz de acelerar seu cronograma.
Na quinta-feira (3), duas máquinas do Saae e quatro caminhões caçamba, pertencentes à Secretaria de Obras, trabalhavam a todo vapor nas proximidades do Posto São Vicente, retirando e transportando a camada de asfalto que estava do lado esquerdo da pista, no sentido bairro BR-354.
Ao longo do percurso, eram poucos os funcionários da empreiteira Pavidez, empregados na obra. Por volta das 14h30, a equipe do jornal observou em todo o trecho, a presença de apenas quatro operários braçais em dois pontos diferentes, e três outros, que pensamos ser operadores de máquinas, batendo papo próximo a uma patrol, que esteve durante o tempo de nossa visita, sem funcionar na pista oposta a que era atendida pelas máquinas do Saae.
Também uma retroescavadeira de empresa locadora do município, esteve trabalhando neste período.
O diretor do Saae, Rafael Tomé, ao ser indagado sobre as razões de máquinas e pessoal da autarquia estarem sendo empregados em serviços que, inicialmente, entendíamos como sendo de responsabilidade da empreiteira contratada, ele informou que: ?Naquele trecho, a pista asfaltada apresentou problemas (borrachudos) e nós fizemos com a Pavidez um acordo muito bom para o município, em que, nós retiraríamos a massa asfáltica e a empreiteira nos ?presentearia? com o novo asfaltamento do trecho, que não faz parte do rol de serviços contratados. Daí meu empenho e do Paulo Cohen em disponibilizarmos máquinas, caminhões e pessoal para a execução dos serviços?.

Comentários