As exonerações de Alexandre Ramagem (diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência, a Abin), Mário Frias (secretário especial de Cultura) e Sérgio Camargo (presidente da Fundação Cultural Palmares) foram publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira (31). Todos são pré-candidatos na eleição de outubro.

Dessas exonerações do governo federal, Frias é o único que já teve substituto apontado. Em decreto, o presidente Jair Bolsonaro indicou para o cargo Hélio Ferraz de Oliveira, que até então ocupava o cargo de secretário adjunto da pasta.

A exoneração de Sérgio Camargo foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. Já a de Ramagem foi assinada por Bolsonaro e pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

Por causa da data-limite estabelecida pela Justiça Eleitoral para descompatibilização de cargos públicos (2 de abril), no caso de quem quer concorrer às urnas, nove ministros do governo Jair Bolsonaro desembarcaram de suas funções.

 

 

 

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: